William Lilly e a Astrologia Cristã I

William Lilly

Grande parte do folclore astrológico que colori a imaginação dos autores de almanaques, folhetins e jornais deriva dos estudos e compilações dos textos dos sábios astrólogos que viveram até os meados do século XVII. Dentre eles se destaca William Lilly, que ao lado de Morin de Villefranche, resgatou e reescreveu uma longa tradição astrológica desde o tempo de Claudio Ptolomeu.

A noção superficial que hoje atribuímos aos planetas quando associados às plantas, animais, alimentos, cores, dias da semana, pedras e outros elementos é um resíduo vulgar do estudo destes grandes astrólogos que ao resgatarem a tradição astrológica souberam também atualizar toda a soma do conhecimento acumulado por este saber em mais de 1500 anos.

William Lilly em sua obra Astrologia Cristã nos oferece um rico material de estudo que não encontramos mais em autores modernos. As diretrizes do desenvolvimento do estudo astrológico recriaram no imaginário popular, de nossos dias, a mesma ilusão que fomentou as crenças dos povos em outros tempos. Por isso, e, sobretudo através da leitura deste autor, é possível discernir dentre os mitos astrológicos que rondam os jornais, a televisão e a internet, qual a verdadeira razão e origem de certos ditos astrológicos.

O mito astrológico é uma criação do imaginário popular. A astrologia é um estudo de natureza superior, que em razão de sua elevada visão e retidão de seus princípios, não está de fato acessível às massas, se não de modo tolo e superficial.

Estes breves excertos da obra de William Lilly pode nos ajudar a entender de onde vieram certas fantasias astrológicas de nosso tempo que invariavelmente se distanciam e desfiguram seu sentido original e sua razão de ser distorcendo sua finalidade superior, como adverte nosso autor no prólogo de sua obra.

César Augusto – Astrólogo

Catalogue of Astrological Work

A Natividade de William Lilly

A Questão Horária em Lilly

Aforismos

Aspectos

Anima Astrologiae

Ao Estudante de Astrologia

 Meu amigo, quem quer que sejas, que com tanta facilidade receberás o benefício dos meus duros estudos, e que pretendes prosseguir neste celestial conhecimento das estrelas, nas quais os grandes e admiráveis trabalhos do invisível e todo glorioso Deus são tão manifestamente aparentes. Em primeiro lugar, considera e admira o teu Criador, e sê-lhe grato, sê humilde, e não deixes que qualquer conhecimento natural, não importando quão profundo ou transcendente, deslumbre a tua mente a ponto de a fazer negligenciar aquela Divina Providência, a cuja onipresente ordem e determinação todas as coisas, celestiais e terrenas, devem o seu constante movimento; mas quanto mais o teu conhecimento for aumentado, mais deves engrandecer o poder e a sabedoria de Deus Todo Poderoso, e esforçar-te por preservar os seus favores, sabendo que quanto mais pio fores e mais próximo de Deus estiveres, mais puro será o julgamento que darás. Acautela-te contra o orgulho e a presunção, e lembra-te que há muito que nenhuma criatura irracional se atreve a ofender o homem, o microcosmo, antes o servindo e lhe obedecendo fielmente desde que ele se mantenha senhor da sua própria razão e das suas paixões, ou até que ele submeta a sua vontade à sua parte irracional. Mas, quando a iniqüidade abunda e o homem entrega as rédeas aos seus próprios afetos, e desiste da razão, então todos os animais, criaturas e coisas evidentemente nefastas, se tornam rebeldes e desobedientes ao seu comando. Sê fiel, Oh homem! ao teu Deus e aos princípios corretos, depois considera a tua própria nobreza e como todas as coisas criadas, tanto presentes como futuras, foram criadas por tua causa; por tua causa, Deus tornou-se homem; tu és essa criatura que, tendo conhecido Cristo, vive e reina acima dos céus, e se senta acima de todo o poder e autoridade. Com quantas preeminências, privilégios, vantagens te abençoou Deus? Tu estás acima dos céus através da contemplação, concebes o movimento e a magnitude das estrelas; tu falas com os anjos, até com o próprio Deus; tu tens todas as criaturas sob o teu domínio, e manténs os demônios em sujeição. Não desfigures a tua natureza, nem te tornes indigno de tais dons, nem te prives de tão grande poder, glória e bênçãos que Deus te atribuiu, afastando-te do seu temor, a troco da posse de alguns prazeres imperfeitos.

 Tendo considerado o teu Deus, e o que tu próprio és, enquanto fores servo de Deus, recebe agora instrução em como na tua prática gostaria que te comportasses. No teu contato diário com os céus, instrui e forma a tua mente de acordo com a imagem da Divindade; aprende todos os ornamentos da virtude e sê suficientemente instruído nela; sê humano, educado, afável para com todos, de fácil acesso, não aflijas os miseráveis com o terror de um julgamento severo; nesses casos, dá-lhes a conhecer o seu duro destino gradualmente; diz-lhes que peçam a Deus que afaste os julgamentos que se aproximam; sê modesto, convivendo com homens sábios, educados e sóbrios, não ambiciones um patrimônio; dá gratuitamente aos pobres, tanto dinheiro como julgamento; não deixes que nenhuma riqueza terrena provoque em ti um julgamento errado, ou tal que desonre a arte ou esta divina ciência. Ama homens bons, estima aqueles homens honestos que sinceramente estudam esta arte. Sê frugal ao dar julgamento contra o Estado em que vives. Não dês julgamento sobre a morte do teu príncipe; eu sei contudo por experiência que reges subjacent legibus stellarum. Casa com uma mulher tua, alegra-te com o número dos teus amigos, evita a lei e a controvérsia; no teu estudo, sê totus in illisde forma que possas ser singulus in arte;não sejas extravagante ou desejoso de aprender todas as ciências, não sejas aliquat in Omnibus;sê fiel, tenaz, não traindo os segredos de ninguém; não, ordeno-te, nunca divulgues a confiança em ti depositada por amigos ou inimigos. Ensina todos os homens a viver bem, sê tu próprio um bom exemplo, evita as modas da época, ama a tua pátria natal; não repreendas nenhum homem, não, nem um inimigo; não te desapontes se falarem mal de ti, conscientia mille testes; Deus não deixa nenhum pecado sem castigo, nem nenhuma mentira sem vingança.

William Lilly – 21 de Agosto de 1647.

Das Casas

Das doze casas, a sua natureza e significado

Conforme foi dito, há doze signos e também doze casas do céu, de forma que vamos agora referir a natureza dessas doze casas; o seu conhecimento é tão necessário que aquele que aprenda a natureza dos planetas e signos sem o exato julgamento das casas é como um homem imprevidente que se abastece de uma variedade de objetos para casa, não tendo lugar para os colocar.

Não há nada que diga respeito à vida do homem neste mundo que de uma forma ou de outra não tenha relação com uma das doze casas do céu e, tal como os doze signos dizem respeito aos diferentes membros do corpo humano, assim também as doze casas representam não só as várias partes do ser humano, mas também os seus atos, qualidade de vida e vivência, e a curiosidade e o critério dos nossos antepassados na astrologia era tal, que deram a cada casa um significado particular, e assim distinguiram os acontecimentos humanos através das doze casas, de forma que àquele que entenda as perguntas pertencentes a cada uma delas não faltarão suficientes bases sobre as quais julgar ou dar uma resposta razoável sobre qualquer eventual incidente e sobre o seu sucesso.

Da primeira casa e do seu significado

A primeira casa contém toda a parte do céu desde a linha em que o número um se encontra, até ao número dois, em que começa a segunda casa.

Tem significação sobre a vida do homem, a sua estatura, cor, tez, forma e feitio daquele que faz a pergunta, ou que nasceu; nos eclipses e grandes conjunções, e quando do ingresso anual do Sol em Áries, significa o povo, ou o estado geral do país onde a figura foi levantada.

E como é a primeira casa, representa a cabeça e o rosto do homem, de forma que se Saturno, Marte ou o Nó Sul estiverem nessa casa, quer no momento da pergunta, quer no momento do nascimento, observar-se-á algum defeito na cara, ou no membro correspondente ao signo que está então na cúspide da casa; assim, se Áries estiver no ascendente, a marca, verruga ou cicatriz está com certeza na cabeça ou na cara; e se ascendem poucos graus do signo, a marca está na parte superior da cabeça; se o meio do signo estiver na cúspide, a verruga, marca ou cicatriz está no meio da cara ou perto dela; se ascendem os últimos graus, a cara está marcada perto do queixo, junto ao pescoço. Isto verifiquei ser verdadeiro em centenas de exemplos.

Das cores, pertence-lhe o branco; ou seja, se um planeta estiver nesta casa, que tem o significado de branco, a tez da pessoa é mais pálida, branca ou sem cor; ou se se pergunta sobre a cor das roupas de qualquer homem, se o seu significador estiver na primeira casa, e num signo correspondente, a roupa da pessoa é branca ou cinzenta, ou próxima dessa cor, o mesmo acontecendo se a pergunta for sobre gado; quando os seus significadores se encontram nesta casa, denotam que são dessa cor ou próxima. A casa é masculina.

Os co-significadores desta casa são Áries e Saturno; pois tal como esta casa é a primeira casa, assim também Áries é o primeiro signo e Saturno o primeiro dos planetas, e portanto quando Saturno está apenas moderadamente bem fortificado nesta casa, e em aspecto benevolente com Júpiter, Vênus, Sol ou Lua, promete uma boa e sóbria constituição física e normalmente longa vida; Mercúrio tem também alegria nesta casa, porque ela representa a cabeça e ele a língua, a imaginação e a memória; quando está bem dignificado e posicionado nesta casa, produz bons oradores; é chamada o ascendente, porque quando o Sol chega à cúspide desta casa, ascende ou levanta-se e torna-se visível no nosso horizonte.

Perguntas respeitantes à segunda casa

Desta casa pede-se julgamento respeitante ao patrimônio ou fortuna daquele que faz a pergunta, à sua riqueza ou pobreza, a todos os seus bens móveis, dinheiro emprestado, ao lucro ou ganho, perda ou prejuízo; em processos legais, significa os amigos ou ajudantes da pessoa; em duelos privados, os padrinhos do querente; num eclipse ou grande conjunção, a pobreza ou a riqueza do povo; na entrada do Sol em Áries, representa as munições, os aliados e o apoio que o Estado receberá; indica as suas reservas.

Num ser humano, representa o pescoço e a sua parte posterior até aos ombros; nas cores, o verde.

Assim, se alguém perguntar sobre qualquer coisa especificada acima como desta casa, deve-se procurar o significado a partir dela. É uma casa feminina e sucedente, chamada por alguns autores latinos Anaphora.

Tem como co-significadores Júpiter e Touro; pois se Júpiter estiver colocado nesta casa, ou for seu regente, é indicação de patrimônio ou fortuna; o Sol e Marte nunca estão bem posicionados nesta casa, qualquer deles mostrando dispersão de bens, conforme a capacidade e a qualidade daquele que nasce ou que faz a pergunta.

A terceira casa

Significa os irmãos, irmãs, primos ou familiares, vizinhos, pequenas viagens, ou viagens por terra, mudanças freqüentes de um lugar para outro, epístolas, cartas, rumores, mensageiros. Rege os ombros, braços, mãos e dedos.

Das cores, governa o encarnado e o amarelo, ou castanho encarniçado. Tem como co-significadores o signo de Gêmeos e o planeta Marte, que é uma razão porque Marte nesta casa, a não ser que esteja junto a Saturno, não está muito desafortunado; é uma casa cadente e é a alegria da Lua, pois se ela lá estiver posicionada, especialmente num signo cardeal, é indicação de muitas viagens para aqui e para ali, ou de que raramente se estará parado. A casa é masculina.

A quarta casa

Dá julgamento sobre os pais em geral, e sempre sobre o pai de quem pergunta; sobre terras, casas, edifícios, heranças, o cultivo da terra, tesouros escondidos, a decisão ou o final de qualquer coisa; todas as antigas habitações, jardins, campos, pastagens, pomares; a qualidade e natureza dos terrenos que a pessoa compra, se são vinhas, campos de milho, etc., diz se o terreno será florestado, pedregoso ou estéril.

O signo na quatro denota a cidade, o seu regente representa o governador. Rege o peito e os pulmões.

Das cores, o encarnado. O seu co-signifícador é Câncer e o planeta Sol; chamamos-lhe o ângulo da terra, ou Imum Coeli; é feminino e é o ângulo Norte. Nas natividades ou perguntas, esta quarta casa representa o pai, tal como o Sol durante o dia e Saturno durante a noite; contudo, se o Sol lá estiver colocado, não está mal, mostrando antes que o pai tem uma nobre disposição, etc.

A quinta casa

Por esta casa julgamos sobre os filhos, as embaixadas, o estado de uma mulher grávida, os banquetes, as cervejarias, tabernas, divertimentos, mensageiros ou agentes de repúblicas; sobre o patrimônio do pai, as munições de uma cidade sitiada; se a mulher grávida dará à luz uma pessoa do sexo masculino ou feminino; da saúde ou doença do filho ou filha daquele que faz a pergunta.

Rege o estômago, fígado, coração, costelas e costas, e é masculina.

Das cores, o preto e o branco, ou a cor de mel, e é uma casa sucedente; os seus co-significadores são Leão e Vênus, que tem a sua alegria nesta casa, por ser a casa do prazer, deleite e divertimento; é completamente desafortunada por Marte ou Saturno, e estes lá colocados mostram filhos desobedientes e perversos.

A sexta casa

Diz respeito aos criados e criadas, escravos, porcos, ovelhas, bodes, lebres, coelhos, todo o tipo de gado menor e o lucro ou perda deles resultante; à doença, a sua qualidade e causa, o humor principal que a provoca, se tem cura ou é incurável, se a doença será curta ou longa; jornaleiros, rendeiros, lavradores, pastores, guardadores de porcos, vaqueiros, guardas de caça; e significa tios ou irmãos e irmãs do pai.

Rege a parte inferior da barriga e intestinos até às nádegas; esta casa é feminina e cadente, desafortunada por não fazer aspecto ao ascendente.

Das cores, o negro. Marte alegra-se nesta casa, mas o seu co-significador é o signo Virgem e o planeta Mercúrio; geralmente verificamos que Marte e Vênus em conjunção nesta casa são indicações de um bom médico.

A sétima casa

Dá julgamento sobre o casamento e descreve a pessoa sobre quem se pergunta, quer seja homem ou mulher, todo o tipo de perguntas de amor, os nossos inimigos públicos; o argüido num processo litigioso, na guerra define a parte oposta; todas as desavenças, duelos, processos legais, na astrologia o próprio artista; na medicina o médico; ladrões e roubos; a pessoa que rouba, quer seja homem ou mulher, esposas, namoradas; o seu aspecto, descrição, condição, nobre ou ignobilmente nascidas; num ingresso anual, se se deve esperar guerra ou paz; da vitória, quem vence e quem perde; fugitivos, homens banidos ou fora da lei.

Tem como co-significadores Libra e a Lua; Saturno ou Marte desafortunados nela, indicam desventura no casamento. Da cor, uma cor negra escura.

Rege as ancas, e do umbigo às nádegas; é chamada o ângulo do ocidente e é masculina.

A oitava casa

O patrimônio de homens falecidos, a morte, a sua qualidade e natureza; as últimas vontades, legados e testamentos de homens falecidos; dote da mulher, dote da donzela, quer seja muito ou pouco, de obtenção fácil ou difícil. Nos duelos representa o padrinho do adversário; nos processos legais, os amigos do arguido. Que tipo de morte terá um homem. Significa medo e angústia mental. Quem usufruirá ou será herdeiro do falecido. Rege as partes privadas. Das cores, o verde e o preto.

Dos signos, tem Escorpião e Saturno como co-significadores, as hemorróidas, os cálculos renais, a estrangúria (dificuldade de urinar acompanhada de dor), os venenos e a bexiga são regidas por esta casa; é uma casa sucedente e feminina.

A nona casa

Por esta casa damos julgamento sobre as viagens ou longas travessias além-mar, sobre homens religiosos, ou clérigos de qualquer tipo, quer sejam bispos ou sacerdotes inferiores; sonhos, visões, países estrangeiros, livros, estudos, subsídios da Igreja ou benefícios eclesiásticos, colações; sobre os familiares da mulher da pessoa.

Das cores, pertencem-lhe o verde e o branco.

No corpo humano, rege as nádegas, as ancas e as coxas, Sagitário e Júpiter são co-significadores desta casa, pois se Júpiter lá estiver colocado, significa naturalmente um homem devoto na sua religião, ou alguém dado à modéstia; tenho freqüentemente observado que quando a Cauda do Dragão, ou Marte, ou Saturno estão desafortunadamente colocados nesta casa, o querente é pouco melhor do que um ateu, ou um fanático furioso; o Sol rejubila nesta casa, que é masculina e cadente.

A décima casa

Geralmente personifica reis, príncipes, duques, condes, juízes, oficiais superiores, comandantes em chefe, quer de exércitos ou de cidades; todo o tipo de magistrados e oficiais de autoridade, mães, honra, promoção, dignidade, posição, advogados; a profissão ou ofício que qualquer pessoa tem; significa reinos, impérios, ducados, províncias.

Pertencem-lhe as cores encarnada e branca e rege os joelhos e as coxas.

É chamado o Medium Coeli,ou meio-do-céu e é feminino. Os seus co-significadores são Capricórnio e Marte; tanto Júpiter como o Sol afortunam muito esta casa quando lá estão posicionados, Saturno e o Nó Sul geralmente negam honra a pessoas de distinção ou dão escasso apreço público a uma pessoa comum e pouca alegria na sua profissão, ofício ou mister, se for um artífice.

A casa onze

Albrecht von Waldstein

Representa naturalmente os amigos e a amizade, a esperança, a confiança, a segurança, o louvor ou a crítica de qualquer pessoa; a fidelidade ou a falsidade dos amigos; quanto aos reis, personifica os seus favoritos, conselheiros, servidores, os seus associados ou aliados, o seu dinheiro, finanças ou tesouro; representa cortesãos, etc. Num Estado governado por uns poucos Nobres e Comuns, personifica a sua ajuda no Conselho; assim, em Londres a casa dez representa o Lord Mayor; a onze o Conselho dos Comuns; o ascendente representa a generalidade do povo da dita cidade.

Dos membros, rege as pernas até aos tornozelos.

Das cores, rege o açafrão ou amarelo.

Tem o signo Aquário e o planeta Sol como co-significadores; Júpiter rejubila especialmente nesta casa; é uma casa sucedente e masculina e em virtude é equivalente à sétima ou quarta casas.

A casa doze

Significa os inimigos ocultos, bruxas, grande gado, tal como cavalos, bois, elefantes, etc. Tristeza, tribulação, encarceramento, todo o tipo de aflições, destruição da própria pessoa, etc., e significa aqueles homens que maldosamente minam os seus vizinhos, ou informam secretamente contra eles.

Tem como co-significadores Peixes e Vênus; Saturno alegra-se muito nessa casa, pois Saturno é naturalmente o autor de desgraças; e rege os pés no corpo humano.

Na cor representa o verde.

É uma casa cadente, feminina, e por vezes vulgarmente chamada Cataphora, como se pode chamar a todas as casas cadentes. Este é o verdadeiro caráter das várias casas, de acordo com a doutrina Ptolomaica, e a experiência que eu próprio tenho tido durante vários anos. Devo confessar que os Árabes fizeram várias outras divisões das casas, mas na minha prática nunca pude verificar qualquer veracidade nelas, portanto não digo nada sobre elas.

Dos Planetas

Do planeta Saturno e os seus significados.

 É geralmente chamado Saturno, mas em alguns autores Chronos, Phaenon,Falcifer.

 Cor – É o mais supremo ou mais elevado de todos os planetas; está colocado entre Júpiter e o firmamento, não é muito brilhante ou magnífico, nem bruxuleia, sendo de uma cor pálida, branca ou cinza chumbo, lento de movimento, completando o seu percurso através dos doze signos do zodíaco em 29 anos, 157 dias ou perto disso;

 Movimento – O seu movimento médio é de dois minutos e um segundo; o seu movimento diurno é por vezes de três, quatro, cinco ou seis minutos, raramente mais;

 Latitude a sua maior latitude Norte da eclíptica é dois graus e 48 minutos; a sua latitude Sul da eclíptica é de dois graus e 49 minutos; e não os ultrapassa.

 Domicílios – No zodíaco, tem dois dos doze signos como seus domicílios, Capricórnio o seu domicílio noturno, e Aquário o seu domicílio diurno; tem exaltação em Libra e sofre a sua queda em Áries; rejubila no signo de Aquário.

 Triplicidade – Governa a triplicidade do ar durante o dia, que é composta pelos signos de Gêmeos, Libra e Aquário;

 Permanece retrógrado durante 140 dias. Está cinco dias na sua primeira estação antes da retrogradação, e outros tantos na sua segunda estação antes da direção.

 Natureza – É um planeta diurno, frio e seco (visto estar tão longe do calor do Sol) e de vapores úmidos, melancólico, terreno, masculino, a grande infortuna, autor da solidão, malévolo, etc.

Modos e atos, quando bem dignificado – É então profundo na imaginação, severo nos seus atos, reservado nas palavras, muito parco no falar e no dar, paciente no trabalho, grave na argumentação e na disputa, estudioso e solícito na obtenção dos bens desta vida, austero em todo o tipo de atos.

Quando mal dignificado – É então invejoso, ambicioso, ciumento e desconfiado, medroso, sórdido, superficial, dissimulado, preguiçoso, suspeitoso, teimoso, desdenhoso das mulheres, mentiroso, maldoso, maledicente, nunca contente, sempre queixoso.

Corpo físico – Na maioria das vezes o seu corpo é frio e seco, de estatura média; a sua tez é pálida, escura ou lamacenta, os seus olhos pequenos e pretos, olhando para baixo, uma testa ampla, cabelo preto ou escuro, áspero ou grosseiro, grandes orelhas, sobrancelhas baixas e descaídas, lábios e nariz grossos, uma barba esparsa ou rala, um rosto pesado, desagradável, caminhando com a cabeça para a frente ou encurvando-a, os seus ombros são largos e grandes, e muitas vezes curvos, a sua barriga um tanto curta e flácida, as suas coxas secas, magras e curtas; os seus joelhos e pés indecentes, muitas vezes arrastando-se ou batendo um contra o outro, etc.

Oriental – Deve-se observar se Saturno está oriental do Sol, a estatura sendo então mais baixa, mas decente e bem composta.

 Ocidental – A pessoa é mais escura e magra, e tem menos pelos; e mais uma vez, se lhe falta latitude, o corpo é mais magro, se tem grande latitude, o corpo é mais gordo ou carnudo; se a latitude for meridional ou Sul, mais carnudo, mas rápido de movimentos.

Se a latitude for Norte, cabeludo e muito carnudo.

Saturno na sua primeira estação, um pouco gordo.

Na sua segunda estação, gordo, corpos com mau aspecto e fracos; e isto deve ser observado constantemente com todos os outros planetas.

Qualidade dos homens – Em geral significa lavradores, rústicos, pedintes, jornaleiros, velhos, pais, avôs, monges, jesuítas, fanáticos.

Profissão – Curtidores de couros, coletores noturnos, mineiros subterrâneos, latoeiros, oleiros, varredores, canalizadores, fabricantes de tijolos, fabricantes de malte, limpa-chaminés, acólitos das igrejas, carregadores dos mortos, trabalhadores do lixo, estalajadeiros, carvoeiros, carroceiros, jardineiros, cavadores de trincheiras, merceeiros, tintureiros de panos pretos, guardadores de gado, pastores ou vaqueiros.

Doenças – Todos os impedimentos do ouvido direito, dentes, todas as sezões quartãs resultantes de indisposições frias, secas e melancólicas, lepras, reumas, tísicas pulmonares, icterícias negras, paralisia, tremores, medos vãos, fantasias, hidropisia, gota da mão e do pé, apoplexias, excesso de fluxo das hemorróidas, hérnias se estiver em Escorpião ou Leão, em qualquer mau aspecto com Vênus.

Sabores – Ácidos, amargos, agrestes; no corpo humano, rege principalmente o baço.

Ervas e Plantas – “Bearsfoot” (Acanto), “starwort”,acônito (variedade de arnica), heléboro branco e negro, meimendro, ceterach,bardana, cenoura branca, serpentária, pulsatilla,verbena, mandrágora, papoila, musgo, soloano (erva moira), angélica, salva, buxo, atriplex, espinafres, bolsa de pastor, cuminhos, equisetum, fumaria officinalis.

Árvores – Tamargueira, juniperus sabina,cassia,alcaparras, arruda, polipódio, salgueiro, teixo, cipreste, cânhamo, pinheiro.

Animais – O burro, gato, lebre, rato, toupeira, elefante, urso, cão, lobo, tartaruga, basilisco (o basilisco nasce de um ovo de galinha chocado por uma perereca, ou de um ovo de perereca chocado por uma cobra), crocodilo, escorpião, sapo, serpente, víbora, porco, todo o tipo de criaturas rastejantes que se alimentam da putrefação, seja da terra, da água ou das ruínas das casas.

Peixes – A enguia, crustáceos.

Pássaros – O morcego, corvo, coruja, mosquito, garça, pavão, gafanhoto, tordo, melro, avestruz, cuco.

Lugares – Deleita-se nos desertos, florestas, vales obscuros, cavernas, esconderijos, buracos, montanhas, ou onde os homens foram enterrados, cemitérios, etc. Edifícios em ruínas, minas de carvão, lugares lamacentos ou malcheirosos, poços, etc.

Minerais – Rege o chumbo, magnetite, restos de todos os metais, assim como o pó e o desperdício de todas as coisas.

Pedras – Safira, lápis-lazúli, todas as pedras do campo pretas e feias que não se podem polir e que têm uma cor triste, cinzenta ou escura.

Tempo – Produz um ar enevoado, escuro e obscuro, frio e incomodativo, nuvens espessas e escuras; mas direi mais sobre isto em particular num tratado só sobre o assunto.

Ventos – Delicia-se no quadrante Leste do céu e provoca ventos de Leste; à hora de apanhar qualquer planta a ele pertencente, os antigos costumavam virar os seus rostos para Leste na sua hora, estando ele, se possível, num ângulo, no ascendente, ou na dez, ou na onze, a Lua aplicando-se-lhe com um trígono ou sêxtil.

Orbe – O seu orbe é de nove graus antes e depois; ou seja, a sua influência começa a funcionar quando ele se aplica, ou qualquer planeta se aplica a ele, e está dentro de nove graus do seu aspecto, e continua em força até que se encontre a nove graus de separação desse aspecto. Na gestação, rege o primeiro e o oitavo mês depois da concepção.

Anos – Os anos máximos por ele significados são 465. Os maiores, 57. Os médios, 43 e meio. Os mínimos, 30.

O significado disto é o seguinte: Admitamos que levantemos um novo edifício, erigimos uma vila ou cidade, ou uma família, ou principado tem início quando Saturno está essencialmente ou acidentalmente forte, o astrólogo pode provavelmente conjecturar que a família, principado, etc., poderão gozar de honra durante 465 anos, etc., sem qualquer alteração sensível; assim também, se na natividade de alguém Saturno estiver bem dignificado e for senhor da genitura, então de acordo com a natureza, poderá viver 57 anos; se estiver medianamente dignificado, então o nativo viverá apenas 43; se ele for senhor da natividade, mas fraco, a criança poderá viver 30 anos, não mais; pois a natureza do Saturno é fria e seca, e essas qualidades são destrutivas para o homem, etc.

Quanto à idade, diz respeito a velhos decrépitos, pais, avôs, o mesmo no respeitante a plantas, árvores e a todas as criaturas vivas.

Países – Autores falecidos dizem que ele rege a Bavária, Saxônia, Stíria, Romandiola, Ravenna, Constância, Ingolstad.

Anjo – É Cassiel,ou Captiel.

Os seus amigos são Júpiter, Sol e Mercúrio, os seus inimigos Marte e Vênus. Dizemos que Sábado é o seu dia porque é então que ele começa a reger ao nascer do Sol, regendo a primeira e a oitava horas do dia.

Do planeta Júpiter e o seu significado.

Júpiter está colocado a seguir a Saturno. Entre os antigos Verificar-se-á que é por vezes chamado Zeus,ou Phaeton.Aparenta ser o maior de todos os planetas aos nossos olhos (excetuando o Sol, a Lua e Vênus);

Cor – a cor é brilhante, clara e de um tom azulado.

Movimento – Excede Saturno no seu movimento, terminando o seu percurso através dos doze signos em doze anos; o seu movimento médio é de 4 min. 59 segundos; o seu movimento diurno é de 8, 10, 12 ou 14 min., dificilmente mais.

Latitude – A sua maior latitude Norte é 1º 38′. A sua maior latitude Sul é 1º 40′.

Domicílio – Tem domicílio em dois dos signos do zodíaco, Sagitário seu domicílio diurno, e Peixes seu domicílio noturno. Sofre detrimento em Gêmeos e Virgem. É exaltado em Câncer, tem a sua queda em Capricórnio.

Triplicidade – Rege a triplicidade do fogo durante a noite. Áries, Leão e Sagitário.

Natureza – É um planeta diurno, masculino, temperadamente quente e úmido, aéreo, sanguíneo, é o grande benéfico, autor da temperança, modéstia, sobriedade e justiça.

Modos e atos quando bem posicionado – Neste caso é magnânimo, fiel, modesto, aspirando de forma honrada a assuntos elevados, em todos os seus atos amante da justiça, desejoso de beneficiar todos os homens, realizando coisas magníficas, honrado e religioso, de doce e afável conversação, maravilhosamente indulgente para com a sua mulher e filhos, respeitando os anciãos, um grande apoio dos pobres, cheio de caridade e bondade, liberal, detestando todos os atos sórdidos, justo, sábio, prudente, grato, virtuoso, de tal forma que se Júpiter for o significador de qualquer homem numa pergunta, ou regente do ascendente numa natividade, e estiver bem dignificado, pode-se julgar que a pessoa tem as qualidades mencionadas.

Quando mal posicionado – Quando Júpiter está desafortunado, então desperdiça o seu patrimônio, deixa que todos o ludibriem, é hipocritamente religioso, tenaz e duro na defesa de falsos princípios na religião, é ignorante, descuidado, nada agradável no amor aos seus amigos; tem uma inteligência grosseira e obtusa, esquemática, rebaixando-se a todas as companhias, baixando-se e curvando-se sem haver necessidade.

Corpo físico – Significa uma estatura direita, reta e alta; tez corada e agradável; um rosto oval ou longo, cheio ou carnudo; testa alta; grandes olhos cinzentos; o seu cabelo é suave e castanho torrado; muita barba; um estômago grande e profundo; coxas e pernas fortes e proporcionadas; os pés longos, sendo a parte mais indecente de todo o seu corpo; no seu falar é sóbrio e de discurso grave.

Oriental – A pele é mais clara, a sua tez tem uma cor de mel, ou uma cor entre o branco e o encarnado, sanguínea e corada; olhos grandes, o corpo é mais carnudo, normalmente tem algum sinal ou cicatriz no pé direito.

 Ocidental – Uma tez pura e bela, a estatura mais baixa, o cabelo castanho claro, ou quase um louro escuro, careca à volta das têmporas ou testa.

Homens e a sua qualidade geral – Significa juízes, senadores, conselheiros, eclesiásticos, bispos, padres, sacerdotes, cardeais, chanceleres, doutores da lei civil, jovens estudantes, e estudantes da universidade ou faculdade, advogados, donos de lojas de roupa e de lã.

Doenças – Pleurisia, todas as enfermidades do fígado, ouvido esquerdo, apoplexias, inflamação dos pulmões, palpitação e tremores do coração, cãibras, dores de coluna, todas as doenças situadas nas veias ou costelas, e resultantes da corrupção do sangue, estrabismo, gases, toda a putrefação do sangue ou febres resultantes da sua excessiva abundância.

Sabores – Governa os odores doces e bem cheirosos, ou aquele odor que ao olfato não é excessivo nem ofensivo.

Cores – Verde mar ou azul, roxo, cinza, uma mistura de amarelo e verde.

Ervas e Plantas – Cravo da Índia, cobertura exterior da noz moscada, noz moscada, goivo, morango, bálsamo, stachys officinalis, linhaça, arsênico, fumaria officinalis, pulmonaria officinalis, pimpinela, annagallis arvensis, orégãos, ruibarbo, prunella vulgaris, borragem, echium vulgare, trigo, epilobium angustifolium, violetas, marchantia polymorpha, manjericão, romãs, peônias, alcaçuz, menta, almécega, margarida, açafrão.

Árvores – Cerejeira, bétula, amoreira, carvalho, oliveira, groselha, amendoeira, hera, freixo de maná, noz moscada, a vinha, a figueira, a pereira, aveleira, faia, pinheiro, passas.

Animais – A ovelha, o veado, a camurça, o boi, elefante, dragão, tigre, unicórnio; São-lhe próprios aqueles animais que são suaves e gentis, mas que beneficiam grandemente a humanidade.

Pássaros – A cegonha, a narceja, a cotovia, a águia, a pomba, a codorniz, as abelhas, o faisão, o pavão, a galinha.

Peixes – O golfinho, a baleia, a serpente, Silurus glanisou baleia de rio.

Lugares – Deleita-se perto de altares de igrejas, em convenções públicas, sínodos, assembléias, em lugares limpos, doces, em guarda-roupas, palácios de justiça, oratória.

Mineral – Aço.

Pedras Preciosas – Ametista, safira, esmeralda, granada, topázio, cristal, mármore, e aquilo que em Inglaterra chamamos pedra de sabão.

Tempo – Geralmente provoca a serenidade, ventos do Norte agradáveis e saudáveis, e graças aos seus raios suaves, afasta o mau tempo de qualquer planeta maligno anterior.

Ventos – Governa o vento Norte e aquela parte que tende para Leste.

Orbe – A sua radiação ou orbe é de nove graus antes e depois de qualquer aspecto seu.

Gestação – Governa o segundo e o décimo mês; a sua exata sede é o fígado humano; e entre os elementos rege o ar.

Anos – Os seus anos máximos são 428, os seus maiores 79, os seus médios 45 e os mínimos 12.

Idade – Homens de meia idade, ou de julgamento e discernimento maduro.

Clima – Governa o segundo clima.

Países – Babilônia, Pérsia, Hungria, Espanha, Cullen.

Números – É-lhe atribuído o número três.

Anjo – Zadkiel.

Dia da semana – Quinta-feira e rege a primeira hora depois do nascer do Sol, assim como a oitava; a duração da hora planetária calcula-se a partir do nascer do Sol e de uma tábua que se segue.

Todos os planetas, exceto Marte, são amigos de Júpiter. Ao apanhar qualquer erva própria de Júpiter, assegurar-se que ele esteja muito poderoso em dignidades essenciais e acidentais, e que a Lua esteja de alguma forma em bom aspecto a ele e, se possível, que ela esteja em algumas das dignidades dele, etc.

Do planeta Marte e dos seus vários significados.

Marte, a quem os antigos por vezes chamavam Mavors, Aris, Pyrois, Gradivus, vem a seguir a Júpiter;

Cor – É menor do que Júpiter ou Vênus e apresenta-se à nossa vista com uma cor brilhante, fogosa; completa o seu percurso no zodíaco em cerca de um ano e 321 dias;

Latitude – A sua maior latitude Norte é 4º 31′, a Sul é 6º 47′.

Movimento – O seu movimento médio é de 31º 27′. O seu movimento diurno é por vezes de 32, 34, 36, 38, 40, 42, 44 minutos por dia, raramente mais. Tem em Áries o seu domicílio diurno e em Escorpião o seu domicílio noturno; está exaltado a 28º de Capricórnio e está deprimido a 28º de Câncer, sofrendo detrimento em Libra e Touro; está retrógrado 80 dias; está estacionário antes de virar retrógrado durante dois ou três dias, etc. Fica estacionário antes da direção dois dias; depois, só um dia.

Triplicidade – Governa toda a triplicidade da água,Câncer, Escorpião e Peixes.

Natureza – É um planeta masculino, noturno, de natureza quente e seca, colérico e fogoso, é o maléfico menor, autor de brigas, disputas, conflitos.

Modos quando bem dignificado – Invencível em feitos de guerra e de coragem, não se deixando vencer por ninguém, insubmisso à razão, atrevido, confiante, inamovível, conflituoso, reclamando toda a honra para si, valente, amante da guerra e das coisas que lhe pertencem, arriscando-se a todos os perigos, não obedecendo de boa vontade a ninguém, nem se submetendo a ninguém; um grande arauto dos seus próprios atos, competindo com todos na comparação das vitórias, mas de atitude prudente nos seus próprios interesses.

Quando mal colocado – É então um falador sem modéstia nem honestidade, gosta da carnificina e das brigas, assassino, ladrão, promotor de sedições, lutas e comoções, ladrão de estrada, variável como o vento, traidor, de espírito turbulento, perjuro, obsceno, impetuoso, inumano, não temendo a Deus nem querendo saber do ser humano, ingrato, traidor, opressor, insaciável, aldrabão, furioso, violento.

Corpo físico – Geralmente os marciais têm esta forma: são de estatura média, os seus corpos são fortes e os ossos grandes, sendo mais magros do que gordos; a sua tez é de cor castanha avermelhada, ou de cor viva, o rosto redondo, o cabelo ruivo ou louro, e muitas vezes encrespado ou encaracolado, olhos cor de avelã vivos e penetrantes, um rosto atrevido, confiante, e a pessoa é ativa e destemida.

Oriental – Quando Marte está oriental, significa homens valentes, com alguma cor branca misturada com a sua vermelhidão, um corpo alto, decente e cabeludo.

Ocidental – De tez muito ruborizada, mas baixo de estatura, cabeça pequena, um corpo liso e não cabeludo; cabelo louro, liso, sendo os humores naturais geralmente mais secos.

Qualidades dos homens – Príncipes governando por tirania e opressão, ou tiranos, usurpadores, novos conquistadores.

Profissões – Generais de exércitos, coronéis, capitães, ou quaisquer soldados que detenham o comando dos exércitos, todo o tipo de soldados, médicos, farmacêuticos, cirurgiões, alquimistas, bombardeiros, carniceiros, marechais, sargentos, polícias, carrascos, ladrões, ferreiros, padeiros, vendedores de armas, relojoeiros, alfaiates, fabricantes de espadas e facas, barbeiros, tintureiros, cozinheiros, carpinteiros, guardas florestais, guardas de ursos, jogadores, curtidores de peles, carregadores.

Doenças – A Vesícula, o ouvido esquerdo, sezões terçãs, febres ardentes perniciosas, dores de cabeça, furúnculos, a peste e todas as feridas da peste, queimaduras, tênias, bolhas, perturbações cerebrais loucas e súbitas, icterícia amarela, fluxo sanguinolento, fístulas, todas as feridas e doenças na zona genital, cálculos, tanto nos rins como na bexiga, cicatrizes ou pequenas marcas na cara, todas as feridas pelo ferro, herpes e aquelas outras doenças que surgem devido à abundância ou excesso de cólera, ira ou paixão.

 Cores e sabores – Encanta-se com a cor encarnada, ou amarela, fogosa e brilhante como o açafrão, e com aqueles sabores que são amargos, agrestes e que queimam a língua; dos humores, a cólera.

Ervas e Plantas – As ervas que atribuímos a Marte são aquelas que se aproximam do vermelho, cujas folhas são pontiagudas e afiadas, cujo gosto é cáustico e ardente, que gostam de crescer nos lugares secos, são corrosivas e penetram na carne e nos ossos com um calor muito sutil. São as seguintes: as urtigas, todo o tipo de cardos, silvas, scabiosa succisa, cebolas, convolvulus scammonia;alho, semente de mostarda, pimenta, gengibre, cebolinho, dictamus albus,marroio, sândalo vermelho, tamarindos, todas as ervas que atraem ou provocam a cólera por simpatia, rabanetes, rícino, arsênico, assarum, carduus, benedictus.

Árvores – Todas as árvores que são espinhosas, tais como o espinheiro e o castanheiro.

Animais – Pantera, tigre, mastim, ave de rapina, raposa; entre as criaturas vivas, aquelas que são aguerridas, famintas e atrevidas, o castor, o cavalo, a mula, a avestruz, a cabra, o lobo, o leopardo, o burro selvagem, os mosquitos, as moscas, cantáridas,  o pavoncino, o basilisco (obasilisco nasce de um ovo de galinha chocado por uma perereca, ou de um ovo de perereca chocado por uma cobra), o grifo, o urso.

Peixes – A carpa, o tubarão, o barbo, todos os vermes fétidos, escorpiões.

Pássaros– O falcão, aves de rapina, o papagaio, todas as aves vorazes, o corvo, o corvo marinho, a coruja, alguns mencionam a águia, a gralha, fringilla montifringilla.

Lugares – Oficinas de ferreiros, fornalhas, matadouros, lugares onde tijolos ou carvões são queimados, ou foram queimados, chaminés, forjas.

Minerais – Ferro, antimônio, arsênico, enxofre, ocre.

Pedras – Diamantino, magnetite, calcedônia verde, jaspe, ametista multicolor, pedra sabão, óxido de chumbo.

Tempo – Nuvens vermelhas, trovão, relâmpago, sinais de fogo e ares pestilenciais que geralmente aparecem depois de longo tempo de seca e bom tempo, devido a nevoeiros impróprios e doentios.

Ventos – Desperta os ventos ocidentais.

Orbe – A sua orbe é de apenas sete graus antes e depois de qualquer dos seus aspectos.

Anos – Num ser humano, governa o período florescente da juventude, e dos 41 aos 56; os seus anos máximos são 264, os maiores 66, os médios 40 e os menores 15.

Países – Saromaíia, Lombardia, Batavia, Ferraria, Goíhland.

Clima – Governa o terceiro clima.

Dia da semana – Governa a Terça-feira, e nela a primeira hora e a oitava a partir do nascer do Sol, e na gestação o terceiro mês.

Anjo – Samael.

O seu único amigo é Vênus, sendo todos os outros planetas inimigos.

Do Sol e dos seus significados gerais e particulares.

O Sol está colocado no meio de todos os planetas e é chamado entre os antigos, tanto poetas como historiadores, Sol, Titan, Ilios, Phebus, Apollo, Pean, Osyris. Não é necessário mencionar a sua cor, por ser tão continuamente visível a todos os mortais.

Movimento – Percorre os doze signos do zodíaco num ano, ou em 365 dias e algumas horas. O seu movimento médio é de 59′ 8″; contudo, o seu movimento diurno é por vezes de 57′ 16″, outras vezes mais, nunca excedendo os 61 minutos e seis segundos.

Move-se sempre na eclíptica e nunca tem latitude, de forma que é muito impróprio um astrólogo falar da latitude do Sol.

Domicílio – Tem apenas o signo de Leão como seu domicílio, e Aquário como seu detrimento. Está exaltado a 19º de Áries e sofre a sua queda a 19º de Libra.

Triplicidade – O Sol governa a triplicidade de fogo,Áries, Leão e Sagitário, durante o dia.

Natureza – É naturalmente quente, seco, mas mais temperado do que Marte; é um planeta masculino e diurno equivalente, quando bem dignificado, a uma fortuna.

Modos quando bem dignificado – Muito fiel, cumprindo as suas promessas com toda a pontualidade, uma espécie de desejo de mandar e influenciar onde quer que chegue; prudente, de julgamento incomparável; de grande majestade e grandeza, ativo na conquista de honra e de um vasto patrimônio, contudo separando-se dele de novo com igual prontidão; o homem solar geralmente fala com gravidade, mas não muitas palavras, e estas são ditas com grande confiança e domínio dos seus próprios afetos; é cheio de reflexão, secreto, digno de confiança, fala ponderadamente e, não obstante o seu grande valor é, contudo afável, dócil e muito humano para com todos, amante da suntuosidade e da magnificência, e de tudo o que é respeitável; nenhuns pensamentos sórdidos entram no seu coração, etc.

 Quando mal dignificado – Neste caso, o homem solar é arrogante e orgulhoso, desdenhando todos os homens, ostentando a sua linhagem, é obtuso de visão e de julgamento, irrequieto, provocando problemas, dominador, um mero superficial, gastador, tonto, sem gravidade nas suas palavras nem sobriedade nos seus atos, um esbanjador, dissipando o seu patrimônio e dependendo da caridade dos outros homens, achando, contudo que todos os homens são seus devedores só porque nasceu fidalgo.

Corpo físico – Geralmente o Sol apresenta um homem com um bom físico, grande e forte, uma tez dourada ou açafrão, uma testa redonda e larga, olhos esbugalhados ou grandes, agudos e penetrantes; um corpo forte e bem composto, não tão belo como encantador, cheio de calor, o cabelo amarelado, e tornando-se rapidamente calvos, muito pelo na barba, e geralmente um rosto corado, sendo os corpos carnudos; no temperamento, são generosos, honestos, sinceros, bem intencionados, de grande e vasto coração, idealistas, de constituição saudável, muito humanos, sendo, contudo bastante fogosos, não faladores.

Do Sol só se pode dizer se está oriental na figura, ou no quadrante oriental ou ocidental, etc. Todos os outros planetas estão ou orientais quando se levantam, ou aparecem antes dele de manhã, ou ocidentais, quando são vistos acima do horizonte depois dele se pôr.

Qualidade dos homens e as suas profissões – Significa reis, príncipes, imperadores, duques, marqueses, condes, barões, tenentes, tenentes delegados das províncias, magistrados, fidalgos em geral, cortesãos, desejosos de honra e promoção, juízes de paz, majores, altos xerifes, altos comissários, grandes caçadores, encarregados das casas de nobres, o magistrado principal de qualquer cidade, vila, castelo ou aldeia, mesmo que seja apenas um pequeno polícia, se não houver oficial melhor ou maior; ourives, trabalhadores de latão, de estanho, de cobre, cunhadores de dinheiro.

Doenças – Borbulhas na cara, palpitação ou tremura, ou qualquer doença do cérebro ou do coração, enfermidades dos olhos, cãibras, desmaios súbitos, doenças da boca e hálitos fétidos, catarros, febrões; governa principalmente o coração, o cérebro e o olho direito, o espírito vital; nas mulheres, o olho esquerdo.

Cores e Sabores – Das cores rege o amarelo, a cor do ouro, o escarlate ou encarnado claro, alguns dizem que o roxo. Nos sabores, aprecia uma mistura de agridoce, ou o sabor aromático, sendo um pouco amargo, mas reconfortante e um pouco agreste.

Ervas e Plantas – As plantas que estão sujeitas ao Sol cheiram agradavelmente, são de bom sabor, as suas flores são amarelas ou avermelhadas, têm formas majestosas, adoram lugares abertos e soalheiros, a sua principal virtude é fortalecerem o coração e confortarem as partes vitais, limparem a vista, resistirem ao veneno, ou dissolverem qualquer bruxedo, ou influências planetárias malignas; e elas são o açafrão, o louro, a vinha, pomecitron, ênula campana,âmbar, almíscar, gengibre, herb-grace,bálsamo, cravo de Tunes, rosmaninho, rosasolis,canela, quelidônia ou erva-andorinha, eufrásia, peônia, cevada, cinco folhas, espicanardo, aloés, arsênico.

Árvores – Freixo, palmeira, loureiro, alfarroba, mirra, incenso, a árvore ou planta da cana, o cedro, o girassol, a laranjeira e o limoeiro.

Animais – O leão, o cavalo, o carneiro, o crocodilo, o touro, os insetos noturnos ou pirilampos.

 Peixes – A foca, o caranguejo, a estrela do mar.

Pássaros – A águia, o galo, a fênix, o rouxinol, o pavão, o cisne, o bútio, a mosca Cantharis,o falcão.

Lugares – Casas, cortes dos príncipes, palácios, teatros, todas as estruturas magníficas sendo claras e decentes, salões, salas de banquetes.

Minerais ou Metais – Entre os elementos, o Sol tem domínio do fogo e das chamas brilhantes, entre os metais rege o ouro.

Pedras – Zircão, olivina, diamantina, granada, a pedra dos Hititas que alguns encontraram nos ninhos de águias, o pantauro se tal pedra for o rubi.

Tempo – Provoca o tempo correspondente à estação; na Primavera chuvas suaves e úmidas; no Verão calor extremo se estiver com Marte; no Outono neblinas; no Inverno chuva fina.

Ventos – Ama a parte Leste do mundo e o vento que provem desse quadrante.

Orbe – É de 15º antes de qualquer aspecto e outro tanto depois da separação.

Anos – Na idade rege a juventude, ou quando a pessoa está no máximo da força; os seus anos máximos são 1460, os maiores 120, os médios 69 e os mínimos 19.

Países – Itália, Sicília, Boêmia e o quarto clima, Fenícia, Caldeia.

Anjo – Michael.

Dia da semana – Rege o Domingo, a sua primeira hora, assim como a oitava; e nos números o primeiro e o quarto; na gestação, o quarto mês. Os seus amigos são todos os planetas exceto Saturno que é seu inimigo.

William Lilly e a Astrologia Cristã – Parte II